Gestão de Expectativas

luizaperes 08/06/16

Expectativa é esperar que algo provável ou viável aconteça dentro de um determinado espaço de tempo. Quando este “algo” acontece, tudo bem. Ok. Tudo certo. Agora... quando o resultado deste “algo” é aquém das expectativas, surge um sentimento chamado frustração. Toda expectativa criada no presente, no momento que você está vivendo agora é, ou pode ser, a raiz do sofrimento futuro. Não foi uma, duas ou três vezes que me frustrei passado um tempo sobre determinado resultado que não aconteceu conforme foi planejado. Neste momento, entender que tudo, basicamente, trata-se de expectativas criadas para si e para com os outros não é uma tarefa fácil. Por várias vezes, também já passei pelo sentimento de ficar bastante desconfortável ao ter que dar um feedback negativo, repreender uma pessoa do trabalho ou desligar um colaborador. E, refletindo sobre o que se passou desde o dia zero até o dia da frustração sempre ficou muito claro que as expectativas que eu tinha em mente nunca estavam bem alinhadas com as pessoas envolvidas, assim, ambos os lados ficam desconfortáveis com o próximo passo. Se por um lado é muito importante que eu entenda que as pessoas a minha volta devam saber exatamente o que eu espero delas, por outro, não é saudável que eu mantenha um alto grau de expectativa. Quanto maior for a expectativa criada, maior pode ser a frustração caso o resultado não seja aquele esperado.


Gerir pessoas, basicamente, trata-se de gerir expectativas. Independente da área que atuo, dos profissionais que me envolvo ou das tarefas que preciso que sejam realizadas, tudo envolve o que eu espero que as pessoas façam e o que as tarefas que as pessoas fazem geram de resultado. Para saber se a sua gestão de expectativas com os seus objetivos e da sua equipe estão sendo feitos a contento, fique atento a sua comunicação, preste atenção “no que” e “como” você fala e “no que” e “como” seu interlocutor entende o que você comunica. Uma boa comunicação é fundamental para uma ótima gestão de expectativas.


Por fim... o que achas dessa fórmula?     Felicidade = Realidade – Expectativa 



Abraços,


Rafael Rodrigues